Páginas da vida.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O conhecido amor em movimento.


A gente vai crescendo. Vai chegando em uma certa idade em que queremos compartilhar nossa história com alguém. Quando encontramos esse alguém, o nosso coração acelera, e nós queremos ficar apenas com aquela pessoa. Digamos que essa pessoa é o nosso anjo: ela guia nossos passos, oferece esperanças de sobrevivência, e nos faz acreditar que tudo poderá ser melhor. Esse anjo nos ajuda a viver, e a distribuir sorrisos naturais durante a nossa longa caminhada. Ele nos faz feliz, somente pelo fato de existir. Todos encontram a sua metade. E quando isso acontecer de verdade, com certeza o "pra sempre" passará a existir. Comigo não foi diferente. Eu conheci o anjo mais encantador de todo o universo, e me sinto realizada por isso. Eu só quero que dure eternamente. É tão bom olhar para o céu, analisar a lua ou sol, estrelas ou nuvens, e saber que em algum lugar existe alguém fazendo a mesma coisa. É tão bom pensar em alguém, e acreditar na possibilidade desse alguém estar fazendo o mesmo. Quando tudo isso acontece, você passa a ser uma pessoa saudável. Uma pessoa sem limites, com toda positividade. Quando o mundo vira contra você, há aquela certeza de que tudo ficará bem, porque no final do dia, você receberá aquele apoio incrivel e renovador. Você encontra o amor da sua vida. Aquele amor que te ajuda. Que faz você acreditar num amor eterno, com defeitos e qualidades. Um amor simples, que é capaz de tudo. Um amor de dias, meses, anos. Quando você encontrar alguém que te faça mais feliz, repare e entregue-se: talvez este seja o seu amor... o seu amor pra vida inteira!

2 comentários:

A Noiva Cadáver disse...

É verdade querida, um amor assim é lindo. Vivo o memo. Ótimo para nós.
E se inspire sempre em seus sentimtnos, escreves muito bem

Ana & Dane disse...

aaain lindo *-*' suas palavras me encanta! abraços nossos!