Páginas da vida.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

(...)

Para: Uma princesa, que jamais conheceu a essência do amor... ( Me desculpa? )



Querido amor,Estou escrevendo com a incerteza de que você poderá ler essa carta... Porém, ainda insisto em seguir aqueles passos comuns de uma carta simples. Por isso, vou começar como deveria. Tudo bem com você? Eu espero que esteja bem. E espero que esteja melhor do que eu. Sabe, meu bem, eu andei pensando nos momentos em que vivemos. Lembrei do seu sorriso encantador, quando uma surpresa era feita. Lembrei de como você ficava linda de pijama. Sabe, meu bem, eu lembrei de você nesta tarde. Eu penso tanto em você, desde quando você partiu... A única saída que me deixa mais saudável é pensar em você. É saber que há uns anos atrás, você estava ao meu lado. Amor, lembra quando você chorava de ciúmes? Lembra também, amor, de quando você não resistia, e quando brigávamos você logo deixava o seu orgulho de lado, e então, me oferecia um abraço ? Amor, lembra de quando eu te dei a nossa primeira aliança? Você ficava horas, em frente ao espelho, arrumando qualquer parte do rosto, que simplesmente fazia, você vê-la pelo espelho. Amor, você ficava linda, com aquelas suas manias. Aquele seu jeito de se irritar fácil. Você ficava linda, desesperada e indefesa. Ficava encantadora, quando pensava que o mundo havia te esquecido. Mais, eu era o seu mundo, não é? E amor, eu nunca te esqueci. Nessa tarde eu estava pensando, naquele dia. No único dia, mais triste da minha vida. Ao amanhecer, eu te encontrei. Era uma manhã de sábado, estava frio. Eu então, resolvi, apresentar diante de você meu amor. A partir daquele dia, eu não seria o mesmo. Eu resolvi fazer surpresas diversas, para que eu pudesse corresponder ao seu amor. Eu decidi, te elogiar, e decidi também cuidar de você, mais do que de costume. Foi então naquela, manhã que eu te encontrei. Você estava linda, como sempre. Eu então apanhei umas flores, num jardim, indo a caminho da sua casa. Cheguei lá, e te chamei. Você veio ao meu encontro, foi então que eu pedi, para que você fechasse seus olhos. E assim poderia dar aquelas flores, para uma outra flor. Você então, com todo o charme, fechou os olhos, e eu fui na sua direção. Te dei as flores. E você chorou. Porque a minha menina estava chorando? Logo depois, de te abraçar por alguns minutos, você revelou que estava sofrendo de uma doença. Como assim? Você sempre foi saudável, não é? Essa é a minha pergunta, que eu guardo até hoje. Você então chorava mais, e pedia desculpa, porque não queria que eu sofresse com a notícia. Foi então, que você pediu pra eu me afastar. Sem mais, susurrou, para eu ir embora, porque o câncer, nos prejudicaria demais. Câncer, meu pior inimigo, foi ele que tirou você de mim. Porque amor? Eu então fui embora. E ao anoitecer, recebi uma ligação de que você havia partido. Meu coração desabou. Você não disse adeus. O adeus, que até hoje, eu ainda espero. Você era tão linda, só que a minha fraqueza, e o meu orgulho não me deixavam revelar isso, através de palavras. Amor me desculpa. Eu sei que não fui perfeito. Amor, eu sei que você sempre vai ser o meu anjo. E a partir do momento em que eu vi, o caixão descer através de cimento e terra eu percebi que a minha vida, estava acabada, a partir daquele momento. Momento este que eu jamais esquecerei. Você se foi, levou meu calor e a minha vontade de viver. Porém, eu ainda insisto em te pedir desculpa. Talvez, por te amar demais. Amor, fique ao meu lado. Eu amo você. E não importa quanto tempo vai passar, eu sempre vou lembrar de você. Obrigado por ter sido, pra mim, a mulher mais linda do mundo. Eu fico aqui, em lágrimas, me despedindo de você. Da única mulher da minha vida. Os anos que passamos juntos, foram os mais perfeitos de todos. Eu estou dizendo adeus... estou desesperado. Porém, o tempo vai passar, e eu vou continuar cada vez mais, apaixonado... por você.





De: O homem mais feliz do mundo, porque você me mostrou a essência do amor... ( Obrigado! )

texto fictício.


5 comentários:

A Noiva Cadáver disse...

Você em alguns momentos me lembra tanto a 9 anos atrás, não em tudo mas em grande parte doq ue escreve, você é lindaaaaaaaaaaaaaa!

Ana e Dane disse...

*O* OMG que lindo, e ficticio *------*

M. disse...

que lindo *-*. emocionei!

Maíra K. disse...

Me lembrou muito daquele filme: Um amor pra recordar! Nunca vi filme tão lindo feito ele!

Beijos, bom domingo!
;*'s

Viagem Sem Retorno disse...

Gostei...

Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/