Páginas da vida.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Eu sei que dói. E que as vezes a unica vontade que temos é fugir pra um lugar escuro que ninguém possa nos encontrar. As vezes a garganta dá um nó e as lágrimas começam a aparecer. Nos sentimos só em meio a uma multidão. Parece que tudo é fácil para todos, menos para nós. O medo começa a atormentar a alma, então o desespero vem em nossa direção. Dúvidas começam a aparecer. E então começamos a analisar nossa vida, nos perguntando se é isso mesmo que queremos viver e se estamos felizes. A resposta não vem, o que aparece são pensamentos cruéis que nos fazem sentir a pior pessoa do mundo. Não conseguimos mais encontrar motivos para sorrir. O mundo parece estar de bem com todo, e de mal comigo. Não é drama, é sentimento. Que aparece para nos mostrar o sentido de sermos forte em cada dificuldade. Afinal, a cada queda um novo crescimento e uma nova sobrevivência.

2 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Amigo(a) leitor(a) visite o link abaixo e conheça o e-book do concurso haicais de marte, o qual tive a felicidade de vencer com meu haikai “Arrozal” na categoria clássico. Leia o e-book e deixe seu comentário, ele é muito importante. Desde já agradeço.

http://haicaienaomachuca.blogspot.com.br/2013/01/haicais-abduzidos.html

Catharina Pilegi disse...

Oiie, tudo boom?
Meu nome é Catharina, e eu fiz o meu blog faz pouco tempo, eu gostaria de saber se vooc pode entrar no meu blog e me dar umas dicas, Desde já Agradeço !!
link: http://catharinapilegii.blogspot.com.br