Páginas da vida.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Eu nunca pensei bem em como seria crescer. Eu era uma criança feliz, mais o meu desejo maior era crescer. Eu sempre fui inocente e admirava tudo em minha volta. Olhava para as pessoas nas ruas e me via. Como era grande a sede de crescer! Eu nunca havia pensando em outra coisa, à não ser isso. Eu estava esperando o dia certo, em que eu pudesse dizer: Cresci. Eu não aguentava mais ser a menininha do papai, e ficar na mesma. Naquela época era dificil ser eu. Eu era uma criança cheia de fantasias e pensamentos. Tinha uma ingenuidade constante. Mais pensava. Pensava muito. Os anos foram se passando e tudo foi acontecendo. Eu fui vivendo no mundo real. Hoje eu tento de alguma forma encontrar um arco iris. Tento achar um mundo pra se esconder. Eu descobri tantas coisas. E em uma delas descobri a necessidade de ficar pensando em tudo. Na verdade eu sempre fui uma criança feliz, com sonhos de ser uma grande menina encantada. Mais nos meus sonhos não havia nenhuma decepção e nenhuma angustia. No meu sonho só existia a felicidade! E agora? Eu aprendi, a lutar e enfrentar tudo pela minha. Eu quero realizar o meu final feliz. Porque o meu sonho sempre foi esse, e é o unico que tenho certeza de que não vai mudar.

Um comentário:

Desirée F. disse...

Quando crianças nosso maior anseio é crescer... Por fim isso acontece e acabamos percebendo o quão é ruim ser grande e queremos retornar a infância, porém isso não acontece e vira apenas um desejo.
Estou seguindo o blog, beijos!