Páginas da vida.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

O amor só acontece uma vez na vida!

“A primeira vez que eu te vi, pensei até que fosse uma miragem. A primeira vez que eu te vi, gamei, apaixonei, senti que era amor de verdade... Me apaixonei, Quando vi os teus lindos, olhos brilhando em outra direção olhando, E eu não existia pra você. Me apavorei, Quando vi o teu sorriso lindo se abrindo despedindo e indo chorei sem querer Quando vi o teu sorriso lindo se abrindo despedindo e indo chorei sem querer. Pensei que nunca mais ia te ver, Chorei sem querer, E eu sem uma chance pra dizer: O quanto estava apaixonado por você.”

Foram sensações concretas. Você estava com uma blusa de frio amarela, e com uma calça jeans, um pouco gastada. Um boné preto, e um tênis, aparentemente, novo. Analisei tudo em você. O seu sorriso brilhante naquela noite não me enganou, porém, te entregou. O seu olhar vindo em direção ao meu, sem reação, era propositamente encantador. Eu não resisti. Era 28/07/07, eu lhe encontrei nesses passeios da vida, era um casamento. Eu não prestei atenção em nada. Estava fora de mim, naquele momento em que eu te vi pela primeira vez, só queria você, cada vez, mais perto de mim. A festa começou a chegar no fim, a troca de olhares foi constante. Então, com o término da festa, eu fui saindo. Te olhei pela ultima vez, pensando que nunca mais iria poder contemplar tamanha beleza. Você era um mistério pra mim. Quando cheguei em casa, como de costume, liguei o computador e entrei no tão conhecido orkut. E quem havia me adicionado? Diego. Eu pensei então: " Quem é esse?" Quando te aceitei, eu olhei direto no seu orkut, e vi uma foto sua. " Meus Deus, é ele." Você me pediu o msn, eu te dei. ( Obrigada tão desejada, internet. Obrigada por ser um meio de comunicação incrivel! ) . Então nós ficamos horas e horas tentando desvendar segredos e interesses um do outro. Eu descobri, que você morava e mora, em um bairro, mais próximo do que eu imaginei! Tão perto, porém, tão longe de mim. Nos envolvemos, criamos um mundo, no qual passamos a construir sonhos dentro dele. Ao passar dois dias, que rápido! Rolou o primeiro beijo. E eu lembro até hoje do arrepio sentido quando você perguntou, antes de me beijar:" Tem certeza que é isso que você quer?" Eu apenas balancei a cabeça, tentando dizer: " sim" afinal estava muito boba! Então você lançou um beijo de tirar o fôlego. Meu Deus, que beijo foi aquele? Me dominou por inteira (...) Enfim o nosso relacionamento foi crescendo. Passou um mês depois daqueles dias incriveis, e logo, você "meio" que me pediu em namoro. No dia do meu aniversário me deu aliança. Tudo estava perfeito. E está, até hoje. Depois que eu encontrei você, tudo mudou. Eu mudei, pra melhor. Eu vi esperanças, para um futuro melhor, cheio de amor, carinho e verdade. Com você tudo é espetacular. Vamos completar 4 anos juntos. Não é incrivel? Particularmente isso ainda é pouco, perto do tamanho do meu amor. Obrigada por estar ao meu lado todo esse tempo, e por me ajudar a seguir em frente, independente de qualquer coisa. Eu te amo, e isso não vai passar. Eu te amo, desde quando eu te vi pela primeira vez. Te amo muito, desde quando eu tive a certeza de que você seria meu! Pra sempre...


Ps. Não existe limite, para um amor enorme, quanto ao nosso.

Eu te quero assim, pra sempre, em mim! Beijos, Aline.

"Tão bom morrer de amor ... e continuar vivendo."
(Mário Quintana)

Um comentário:

Andressa Tavares Braga disse...

quem sente o amor é tão lindo, mas é tão distante pra quem já sofreu por ele.